Sífilis

Sífilis pode causar lesões no corpo, caroços na virilha, mal estar e falta de apetite. É uma doença infecciosa, transmitida durante o sexo, na gestação ou através de transfusões sanguíneas.

Sintomas da Sífilis

A sífilis se divide em 5 tipos: primária, secundária, terciária, latente e congênita.

Sintomas da Sífilis Primária

A sífilis primária é quando a doença está no primeiro estágio, ou seja, cerca de 2 ou 3 semanas após o contágio. Seus sintomas são:

  • Pequenas feridas nas genitais, que desaparecem por si próprias e não deixam cicatrizes;
  • Caroços na região da virilha;

Sintomas da Sífilis Secundária

A sífilis secundária é quando a doença já está mais avançada, ou seja, 2 ou 8 semanas após as feridas aparecerem. Seus sintomas incluem:

  • Manchas vermelhas na pele, na boca, nas mãos e nos pés;
  • Dor de cabeça, febre e mal-estar;
  • Falta de apetite;
  • Caroços espalhados pelo corpo;




Sintomas da Sífilis Terciária

A sífilis terciária é quando a doença já está em estágio final, ou seja, quando a infecção já está no organismo há muito tempo. Existem casos de sífilis terciária após 20 anos do contágio.

Nesse estágio, a infecção atinge vários locais, causando:

  • Problemas no cérebro;
  • Infecções nos olhos e na pele;
  • Problemas nas articulações;
  • Comprometimento do sistema nervoso, fígado e até mesmo do coração.

Sífilis Congênita

A sífilis congênita (transmitida da mãe para o bebê durante a gestação ou no momento do parto) pode causar má formação do feto ou aborto espontâneo. Na maioria das vezes o bebê sobrevive, mas pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Feridas no corpo;
  • Pneumonia;
  • Alterações nos ossos e no desenvolvimento mental;
  • Perda visual.

Sífilis na Gravidez

É indicado que as mulheres façam o exame para sífilis logo no início da gravidez, pois a doença é, na maioria das vezes, silenciosa e pode causar sérios danos ao bebê, como mal formações ou aborto espontâneo.

Sífilis Latente

A sífilis latente é quando a doença não apresenta sintomas, podendo permanecer no organismo do paciente por anos. Ainda há a possibilidade de evoluir diretamente para a sífilis terciária – o estágio mais grave da doença.


Sífilis tem Cura?

Sífilis tem cura, principalmente quando diagnosticada nos estágios iniciais, pois pode ser curada de forma rápida e sem deixar sequelas. Se a infecção já estiver avançada, o tratamento dura mais tempo.

Sífilis – Tratamento

A sífilis pode ser tratada com:

  • Injeções de penicilina;
  • Eritromicina;
  • Benzetacil;
  • Clordox;
  • Bepeben;
  • Doxicilina.

HPV

HPV é uma doença causada pelo papiloma vírus, que pode ser transmitida sexualmente ou através do contato pele com pele. Os sintomas do HPV são:

  • Verrugas ou lesões na pele;
  • Machas brancas ou marrons que coçam;
  • Lesões na vagina ou no pênis;
  • Verrugas ou feridas na garganta, boca, pés, mão e ânus.

Atualizado em: 16/03/2017 na categoria: Doenças Ginecológicas, Doenças Infecciosas, Doenças Masculinas