» » Sintomas da Pressão Baixa – Hipotensão Arterial

Sintomas da Pressão Baixa – Hipotensão Arterial

Sintomas como dor de cabeça, desmaios, sonolência e fraqueza são comuns em pacientes com hipotensão, ocorrendo com mais frequência em idosos e adultos. Outros sinais da hipotensão são:

  • Palidez;
  • Suores frios;
  • Problemas no coração;
  • Distúrbios emocionais.

Hipotensão ou pressão baixa é caracterizada por uma queda repentina na pressão sanguínea, dificultando a livre circulação do sangue pelo corpo.

Causas da pressão baixa

  • Levantar rapidamente;
  • Redução da quantidade sanguínea corporal;
  • Falta de nutrientes (anemia);
  • Desidratação;
  • Remédios para emagrecer;
  • Excesso de medicamentos para hipertensão;
  • Infecções.




Hipotensão postural ou ortostática

Acontece, por exemplo, quando estamos deitados e nos erguemos rapidamente, pois há uma diminuição breve na irrigação sanguínea no cérebro. Ocorre com mais frequência em idosos que usam medicamentos contra hipertensão e diabéticos.

É frequente também em pessoas que possuem alguma danificação em células nervosas (gerada por drogas e em pacientes com o mal de Parkinson) e em pessoas que têm varizes.

Estão incluídos nos sintomas:

  • Tonturas;
  • Vertigens;
  • Visão turva.

Pressão baixa em idosos

A ameaça de pressão baixa em idosos é geralmente indicada pelo uso de remédios para hipertensão, e se os mesmos são diabéticos e/ou possuírem lesões cerebrais, as chances são maiores.

Outros sintomas que acompanham:

  • Dor de cabeça;
  • Dor no peito;
  • Sangramento no nariz;
  • Embaçamento da visão.

Pressão baixa e dor de cabeça

Dor de cabeça é uma das manifestações mais constantes da pressão baixa e pode ocorrer por diversos motivos, dentre eles a desidratação e permanência em locais quentes, pois há uma alargamento dos vasos sanguíneos, causando incômodo nas têmporas.

Pode ser acompanhada por:

  • Tonturas;
  • Desmaios.



Pressão baixa e tontura

Juntamente com a dor de cabeça, a tontura surge a partir do aumento do volume nos vasos sanguíneos, que podem acontecer por múltiplas formas, tendo como as principais levantar-se rapidamente após um período deitado e estar em locais quentes.

Pressão baixa e coração

A pressão baixa pode gerar vários problemas, pois a pressão sanguínea cai. Dentre esses problemas, temos insuficiência cardíaca, ataque cardíaco, taquicardia (batimentos mais rápidos que o normal) e bradicardia (batimentos abaixo do normal).

Outros sintomas de problemas no coração são:

  • Desconforto no peito;
  • Ansiedade;
  • Fraqueza exagerada;
  • Suor frio.

Pressão baixa em gestantes

É comum a pressão baixa em grávidas, provocando bradicardia (batimentos cardíacos baixos). Ocorre geralmente por desidratação e baixo índice de açúcar no sangue (hipoglicemia).

Se a gestante começar a sentir tonturas, deve procurar um médico.

Outros sintomas da hipoglicemia são:

  • Desmaios;
  • Fadiga;
  • Ansiedade;
  • Formigamento nos lábios;
  • Confusão mental.




Hipotensão pós-prandial

É caracterizada por uma baixa na pressão depois do consumo de longas refeições, pois logo após que nos alimentamos, o sangue é dirigido para o intestino. Ocorre geralmente em adultos e idosos.

Dentre os sintomas, estão:

  • Tonturas;
  • Desmaios.

Hipotensão neural mediada

Resulta depois de um grande período em pé ou sem movimentos ou devido a um intenso choque emocional. Dentre os sintomas, estão:

  • Tonturas;
  • Náuseas;
  • Desmaios.

Hipotensão permissiva no trauma

É um tipo de estratégia utilizada para tratar e reanimar pacientes com um histórico de hemorragias que os abalaram e tem como uma das consequências a hipotensão.

Outros sinais que acompanham os traumas são:

  • Palidez;
  • Taquicardia.



Hipotensão em hemodiálise

O método hemodialítico (filtração do sangue quando o rim não está capacitado) tem altos riscos, e dentre eles estão a hipotensão. Outras consequências da hemodiálise são:

  • Câimbras nas pernas;
  • Lesões nos braços;
  • Dores de cabeça.

O melhor a fazer sobre o procedimento é a qualificação de enfermeiros para intervir quando necessário.

Hipotensão secundária

Ocorre quando o paciente tem hipotensão devido a usos de determinados remédios ou a outras disfunções corporais.

Os principais sintomas são:

  • Cansaço;
  • Dores de cabeça;
  • Náuseas;
  • Palidez.

Hipotensão liquórica

É definido pela baixa pressão do líquido cefaloraquidiano (localizado no cérebro) associada a náuseas, vômitos e distúrbios visuais.

Pressão baixa pode matar?

Em casos de doenças mais graves, a queda de pressão pode levar a morte, pois o sangue torna-se insuficiente para irrigar todos os locais do corpo. Esse tipo de pressão baixa é chamada de “choque”.



O que fazer em casos de pressão baixa?

  • Ingerir muita água;
  • Deitar-se em posições confortáveis;
  • Se os sintomas persistirem, o paciente deve ser encaminhado ao hospital.

Como prevenir a pressão baixa

  • Beber muita água;
  • Levantar-se com calma;
  • Praticar exercícios físicos;
  • Ingerir nutrientes;
  • Evitar locais quentes por muito tempo.

 

Atualizado em: 23/05/2018 na categoria: Doenças Cardíacas