» » Íngua no Pescoço – O que é? O que pode ser?

Íngua no Pescoço – O que é? O que pode ser?

As principais causas da íngua no pescoço e garganta são infecções e inflamações de garganta, de dente e de ouvido, além de viroses comuns, como gripes e resfriados. Uma íngua no pescoço com dor é completamente normal, mas uma íngua no pescoço que não dói pode ser sintoma de algo mais sério, como câncer, principalmente se é persistente e aumenta de tamanho.

O que é íngua no pescoço?

A íngua no pescoço é um sinal de um gânglio linfático inflamado no local, cujos sintomas são inchaço, vermelhidão e aumento de temperatura à sua volta, além de febre em alguns casos.

Os gânglios são pequenas glândulas espalhadas por todo o sistema linfático que fazem parte do sistema de defesa do organismo. Sua função é capturar vírus, bactérias e outros micro-organismos nocivos que podem provocar doenças para que sejam destruídos.

Quando esses gânglios estão combatendo uma infecção próxima ao pescoço, como na garganta, no dente ou no ouvido, eles podem, em alguns casos, ficar inflamados, formando a íngua.

Leia também:

Íngua no pescoço dói?

Toda íngua benigna costuma doer, portanto se causa da íngua no pescoço é simples, como inflamação ou infecção na garganta, por exemplo, haverá dor.

Ínguas no pescoço que não doem

Mais raramente as ínguas podem ser sintomas de:

  • Tumores no pescoço, rosto ou cabeça;
  • Leucemia (câncer no sangue);
  • Linfoma (câncer no sistema linfático – raro).

Nesses casos, as ínguas costumam não apresentar dor ou vermelhidão ao seu redor e não param de crescer. O médico precisa ser consultado se a íngua não desaparece dentro de 3 semanas, se fica mais dura e aparente, mesmo não apresentando dor.

Atualizado em: 13/11/2018 na categoria: Doenças na Boca