» » Gravidez Ectópica: Como Descobrir? Dura Quanto Tempo?

Gravidez Ectópica: Como Descobrir? Dura Quanto Tempo?

Pode-se descobrir uma gravidez ectópica observando seus sintomas, como sangramento vaginal, dor pélvica ou abdominal. A gravidez nas trompas começa a apresentar sintomas conforme vai progredindo, como:

  • Dores nos exames pélvicos (Papanicolau, transvaginal, etc);
  • Hemorragia interna que pode causar tonturas, vertigens ou desmaio;
  • Sinais de choque hipovolêmico (perda de grande quantidade de sangue e líquidos do organismo que pode levar à morte);
  • Dor no ombro causada por hemorragia no abdômen, que irrita o diafragma e manifesta-se como dores nesse local.

Os primeiros sintomas de uma gravidez fora do útero são iguais às de uma gravidez normal, que podem incluir:

  • Atraso na menstruação;
  • Seios sensíveis e inchados;
  • Enjoos e outros sintomas clássicos desse período.

Após um tempo ocorrem os sinais e sintomas da gravidez ectópica propriamente ditos. As dores e o sangramento começam, geralmente, por volta da 6ª ou 8ª semana de gravidez e pioram com o passar do tempo.

O que é uma Gravidez Ectópica?

Uma gravidez ectópica é uma gravidez fora do útero.

Acontece quando o óvulo fertilizado não se implanta no útero, e sim fora dele, nas tubas uterinas (ou trompas de Falópio), na cavidade abdominal, nos ovários ou mesmo no colo do útero.

Sendo assim, a gravidez não pode progredir pela falta de estrutura para o crescimento do bebê onde o óvulo foi implantado.



Causas da Gravidez Ectópica

Qualquer mulher pode, um dia, ter uma gravidez ectópica, mas também existem alguns fatores de risco que a deixam mais predisposta, como:

  • Gravidez ectópica anterior;
  • Laqueadura;
  • Curetagem;
  • Infecções ou anomalias nas trompas;
  • DST’s, principalmente a clamídia;
  • Aderências pélvicas (as paredes dos órgãos que estão na pélvis grudam umas nas outras);
  • Uso de DIU;
  • Operações na pélvis;
  • Endometriose.

Gravidez Ectópica pode ser Detectada no Beta hCG?

Quando o exame Beta hCG mostra que os níveis séricos não duplicam em 48 horas, isso pode ser um indício de uma gravidez fora do útero ou de um aborto espontâneo, já que demonstra que a gestação não está se desenvolvendo conforme deveria, porém esse não é um método eficaz que possa confirmar a gravidez fora do útero.

A gravidez ectópica também é detectada através de exame de ultrassonografia vaginal.

A Mulher Menstrua Durante uma Gravidez Ectópica?

Como em uma gravidez ectópica o embrião não está implantado no útero, a mulher pode chegar a menstruar, mas isso não é uma regra.

Tipos de Gravidez Ectópica

Os tipos de gravidez ectópica são classificadas de acordo com o local em que o óvulo se implanta no corpo da mulher.

Na grande maioria dos casos de gravidez fora do útero, o óvulo se implanta nas trompas (tubas uterinas).

No restante dos casos, a implantação pode ocorrer nos ovários, no colo do útero ou na cavidade abdominal.

O Bebê Sobrevive a uma Gravidez nas Trompas?

Não há como o embrião sobreviver a qualquer tipo de gravidez ectópica, já que ele não dispõe de espaço nem estrutura adequadas para se desenvolver.

É importante que esse tipo de gravidez seja detectado o quanto antes para que as medidas necessárias sejam tomadas.

Quanto mais o tempo passa, o risco da trompa se romper e causar hemorragia interna e a morte da mãe é maior.


Quanto Tempo Dura uma Gravidez Ectópica?

Não há um tempo de limite máximo para uma gravidez ectópica. Quando a gravidez acontece nas trompas, a tendência é que aconteça a ruptura da mesma com o desenvolvimento do embrião, já que a estrutura é muito pequena.

Gravidez Ectópica Rota

Quando há a rotura (ruptura) da trompa onde o embrião está alojado, dá-se o nome de gravidez ectópica rota.

Quando isso acontece, os sintomas que surgem são dor abdominal forte, sangramento intenso, sinais de peritonite (inflamação da membrana que recobre os órgãos internos), como inchaço abdominal e diarreia e risco de choque circulatório, que pode causar falência dos órgãos e morte pela insuficiência de sangue circulando no organismo.

Tratamentos para Gravidez Ectópica: Como Interromper

O método empregado para interromper a gravidez ectópica será escolhido pelo médico depois que ele avaliar o tempo da gestação e as condições de saúde da mulher. O médico poderá optar por:

  • Cirurgia (procedimento mais utilizado, principalmente nos casos em que as trompas já se romperam);
  • Tratamento com medicamentos específicos: metotrexato;
  • Conduta expectante, que consiste em esperar a expulsão do embrião pelo próprio corpo da mulher, que fica sob a vigilância constante do médico. Esse método só é utilizado quando os níveis de Beta-hCG da paciente estão caindo e a paciente não apresenta muita dor ou sangramento.

Atualizado em: 22/05/2018 na categoria: Grávidas