» » Sintomas da Adenomiose

Sintomas da Adenomiose

A adenomiose é uma doença que assola somente mulheres e tem como os seus principais sintomas a infertilidade, inchaço na barriga e cólicas muito fortes.

Além desses, são registrados sintomas como:

  • Dor durante a relação intima;
  • Aumento da quantidade e duração do fluxo menstrual;
  • Prisão de ventre e dor ao evacuar.




o que é?

A adenomiose é o acúmulo de endométrio (mucosa que cobre o lado interno do útero) fora da cavidade uterina, que seria o lugar correto para o endométrio estar.

Causas da adenomiose

  • Traumas no útero (cirurgias);
  • Várias gestações;
  • Cesária.

diagnóstico da adenomiose

O diagnóstico da adenomiose é feito através de ressonâncias magnéticas realizadas pela ginecologista ou através de análises clínicas a partir das informações que o paciente forneceu.

tratamento da adenomiose

O tratamento pode ser feito com:

  • Uso de anti-inflamatórios;
  • Uso de medicamento hormonais;
  • Cirurgia para a retirada do acúmulo de tecido endometrial dentro do útero;
  • Cirurgia para retirada do útero.



adenomiose e gravidez

A adenomiose pode causar infertilidade nas mulheres, ou até mesmo aborto. A adenomiose também pode ser causada quando uma mulher engravida mais de uma vez.

adenomiose focal

A adenomiose focal acontece quando a mesma está localizada em uma determinada área do útero.

Os sintomas mais comuns são:

  • Cólicas muito fortes durante a menstruação;
  • Aumento da quantidade e duração do fluxo menstrual;
  • Prisão de ventre e dor ao evacuar.

Adenomiose difusa

A adenomiose difusa ocorre quando o endométrio expande-se pela parede do útero, ocasionando um aumento de peso e volume neste. Os principais sintomas são:

  • Inchaço da barriga;
  • Dor durante a relação intima;
  • Prisão de ventre e dor ao evacuar.




adenomiose e endometriose

A adenomiose ocorre pelo mesmo motivo da endometriose; quando o endométrio encontra-se no local errado, mas no caso da endometriose, o endométrio permanece apenas na parte interna do útero.

Atualizado em: 15/03/2017 na categoria: Doenças do Aparelho Reprodutor